Eleito para ser mágico: Prefeito Deiró transforma evento nacional em regional.

0

corrida fogueira 2017A prefeitura de Patrocínio, MG,  realizou a Corrida Nacional (agora Regional) da Fogueira na sua 67ª  edição.

Num passe de mágica, o nosso mágico prefeito Deiró encolheu verba pública e grandes atletas de nível internacional e nacional, deixaram de participar. Assim, o prefeito “quebrou a corrente” de manter Patrocínio na mídia nacional e internacional, como acontecia há vários anos.

Como numa grande fogueira na praça Santa Luzia,  o chefe do executivo municipal “QUEIMOU”  um dos maiores eventos do município, em nome mais uma vez, de corte de despesas.

Com isso, o evento não trouxe atletas de renomes, das equipes do Cruzeiro e do Quênia que sempre prestigiavam o evento em Patrocínio.

Além disso, a corrida agora “regional”  contou com vários problemas na sua organização e realização, como falta de fechamento das ruas e grande tumulto na linha de chegada, prejudicando os atletas.

Analistas afirmam que Patrocínio tem sido muito infeliz com determinadas atitudes de prefeitos que mais prejudicam o município do que o promovem. Exemplo disso,  a Festa Nacional do Café que deixou de existir. Com isso, municípios como Patos de Minas, se firmam no cenário nacional com a Festa Nacional do Milho, sendo respeitada e admirada. E ainda perguntam qual o segredo do seu  desenvolvimento.(?!)

De forma que enquanto Patrocínio manter no poder pessoas com pensamentos obsoletos, nada mudará e nem  melhorará.

Contudo, o prefeito de Patrocínio, Deiró Marra,  não se manifestou. Silenciou, recusou-se a aparições e declarações públicas.  Enquanto que Patrocínio se continuar assim neste caminho, poderá ir para o fundo do poço.

Coisas que os marqueteiros terão que se desdobrar para responder sobre o fracasso do evento, buscando justificativas pela grande perda.

Comentam-se que outras grandes mágicas já foram realizadas e outras estão a caminho.

Há quem dá como certa a mágica de transformar dois grandes terrenos públicos, o do antigo DRE e da Praça Emídia Aguiar, com grande valor no mercado,  que poderia abrigar pelo menos um shopping. Mas que o prefeito, segundo informações extra-oficiais, pretende fazer uma grande mágica, fatiando estes lotes de propriedade do município, para pessoas ricas da cidade,  na construção de mansões.  O que, se de fato acontecer, tem-se toda convicção que não gerará empregos em  Patrocínio.

Outra mágica que deverá acontecer  se diz respeito ao “desaparecimento” de uma parte da avenida central de Patrocínio (avenida Rui Barbosa), que corta a cidade desde o trevo na entrada até o centro, na praça Santa Luzia. Coisas desse tipo que não terá corte no orçamento.

Vamos aguardar mais mágicas. Acredite se quiser.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here